Páginas

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

2 DESABAFO DE UMA MÃE - CASO VERÍDICO

Amigos e amigas, espero sua ajuda para publicar meu desabafo em seus blogs!







EU FUI MÃE DE UM VICIADO EM CRACK!


Lembro-me bem, quando nasceu meu primeiro filho!!!

Era um bebezão, nasceu com mais de 4 Kgs.

Era um menino bom, muito espiritualizado, mas muito tímido e com baixa alta estima. Por isso, procurava por pessoas e lugares errados.

Acabou encontrando as drogas. E não foi com pessoas pobrezinhas e desamparadas, nem em um beco qualquer ou beira de linha férrea. Foi em um meio muito requintado e rico, com filhos de políticos influentes, daqui da cidade, que não sei porque o convidaram.

Assim se iniciou sua caminhada no meio das drogas e começou também minha luta!!!
“A gente nunca acha que vai acontecer conosco ou com os nossos conhecidos e amigos”.

Sou bancária aposentada, divorciada, enfrentei muitas dificuldades na vida.
Tenho 4 filhos, todos criados da mesma maneira, na retidão e honestidade. Era bastante severa, mas muito amiga, mesmo porque era pai e mãe de meus filhos.
O mais velho se envolveu com drogas, como relatei acima. A princípio maconha, depois cocaína.
Fiz de tudo que podia para tentar resgatá-lo, cheguei até a colocá-lo para fora de casa, porque minhas meninas ainda eram solteiras e poderiam ser prejudicadas.

Adiantou, ele encontrou uma religião, me chamou pra fazer o curso com ele, eu fui. Ele ficou 7 anos sem drogas, bebidas e cigarro.
Enfim esta religião foi embora da cidade, e ele foi atrás dos velhos companheiros. E daí foi para o crack. Parou de trabalhar, foi um caos. Até segui-lo nas madrugadas eu fazia.

Orava sem parar, ia aos órgãos públicos a procura de ajuda, e me diziam que não poderiam fazer nada contra a vontade dele! Fui à delegacia de polícia fazer um BO, pois ele estava queimando crack dentro do guarda roupa, colocando assim nossa vida em risco. B.O. este que não registrei, porque me disseram que não podiam garantir que ele fosse internado.

Procurei Advogado, Promotor, Juiz, Delegado, e nada, ninguém podia me ajudar.
A PESSOA PRECISA QUERER SE INTERNAR. Mas como, se ele se tornou incapaz, um viciado em crack, não é capaz de decidir nada em sua vida.
Foi embora seu computador, seus aparelhos eletrônicos, sapatos, roupas, até seu carro.

Até minha geladeira era assaltada. Ele pegava produtos alimentícios para trocar pela pedra maldita.

Sua casa foi depenada, tiraram móveis, fios, e até pias.

O QUE É ENTÃO UMA PESSOA INCAPAZ???

Não se diz que o crack vicia na primeira usada???
NO ÚLTIMO DIA O9/01/12,MEU FILHO FOI ASSASSINADO POR UMA MÍSERA PEDRA DE CRACK. E nem eu nem os órgãos governamentais e policiais pudemos fazer NADA.

Dizem que o governo está agindo, arrumou bilhões para investir em formação profissional e clínicas de internamento.

Desfizeram a cracolândia, (que grande feito), tinham que tirar o lixo do centro, inclusive os seres humanos, que como tal foram tratados.

Me desculpem gente, pelo desabafo, me ajudem a divulgar isso cada vez mais, este descaso pelo ser humano.

Beijos,

Jane Lopes

******************************************************************

Queridos amigos, visitantes e seguidores!



Atendendo ao pedido dessa mãe (Jane Lopes), estou publicando seu desabafo em meu blog.


Seu filho foi morto em 09 de janeiro de 2012, a facadas, por outro usuário que queria lhe tirar a pedra de crack que ele possuía.

Pessoal, esse problema é muito sério. Dizer apenas "Drogas Matam", não é suficiente.
Porque a droga destrói a família. Financeiramente, psicologicamente e de todas as formas.

O viciado não morre facilmente apenas usando drogas. Tem muita gente com 5, 10, 15 anos usando. São verdadeiros farrapos humanos, mas estão vivos.

Sofrendo, esqueléticos, seus corpos cobertos por feridas que não cicatrizam causadas pelo uso do crack. O cheiro é de carne podre. São mortos vivos, são zumbis.

Ficam dias sem comer nem dormir. Perdem o controle do intestino. Fazem suas necessidades e caem exaustos em cima do cocô.

Vc está achando nogento? Imagine ver seu filho querido, limpinho, que cheirava a talco e sorria pra vc, nesta situação...

Vc está com pena? Vamos nos unir! Fazer alguma coisa! Tem gente querendo ser liberto. Tem clínicas precisando de ajuda.

Pessoas que trabalham pelo amor ao ser humano. Não recebem nada, nem apoio do governo. Deve ter uma na sua cidade. Informe-se.

Se puder ajudar com alimentos, dinheiro é bom. Mas se não tem situação financeira para isto, seja um voluntário!!!

Vc sabe um trabalho manual? Procure uma clínica, seja voluntário, ensine os internos a fazer crochê, trico, trabalhos com jornal, etc. Isto será uma terapia pra eles. E pode servir de renda para a clínica.

E vc terá a recompensa de saber que ajudou...

Tu acreditas em Deus? Então ORE!

Ore todos os dias, pelas mães, pais, irmãos, parentes que sofrem muito mais que o viciado, pois não estão entorpecidos pela droga.

Obrigada a todas, e desculpe usar este espaço tão alegre, divertido, colorido... para um assunto tão sério. Mas se fez necessário.

Pensem no assunto!



Este post, foi cedido pela colega Edivana Crochê!


Com carinho!
Prof Gi

2 comentários:

Nanny Trilegal Responder comentário

Muito triste isso!

Que Deus acalente o coração desta mãe e que outras mães não passem pelo que ela passou, em nome de Jesus.

Beijinhos,
Nanny

Jane Lopes Responder comentário

Agradeço muito, ter publicado em seu Blog, meu desabafo!
Obrigada também pelas sugestões de ações que
podemos tomar, além de orar, orar muito!

Beijos
Jane lopes
www.fimparaocrackantesqueeleacabecomavida.blogspot.com

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Envie esta página a um amigo!
Customização by Lady Mel
♥ Lady Mel Layouts ♥