Páginas

sábado, 7 de abril de 2012

5 O SENHOR FOI CONOSCO!

Hoje, dia 01/04/2012, vim na lan house, para apresentar as fotos e o link do vídeo, de quando minha casa alagou!

Mas a partir do dia 10/04, creio que já estejamos em nossa casa, então poderei apresentar novamente meus trabalhos.

*******************************

Na sexta-feira 17/02/2012, eu estava no facebook (Jaeger Giorgia), e comecei a orar, pedindo ao Senhor, que não deixasse inundar minha casa, quando ouvi Deus me dizer: _ Eu sou contigo! ...Neste momento, me tranquilizei!

No sábado, dia 18/02, perdi o sono as 05h30min da manhã, e sai para a rua, para ver até onde já estava a água, pois nos fundos de casa, ontem, já estava próximo a nossa área (veja fotos abaixo).

A água está próxima a casa do nosso cão! Sexta-feira tarde!

Esse é o nosso quintal

Aquela casinha lá embaixo, é o galinheiro.
Essa hora é tardinha de sexta-feira dia 17.02.2012


Sábado! O meu quintal, nos fundos de casa, está inundado!
Ali é a casinha de meu cão, já debaixo d'água!


Esta rua fica em frente a minha casa. Aqui já é sábado pela manhã.


Também fui ver as ruas na frente de minha casa, pois como o igarapé estava cheio, as águas também se aproximavam pela porta da frente de nossa casa. Então, fiquei na rua conversando com um de meus vizinhos e às 6 horas entrei, fui acessar meu facebook. 


Conversei um pouco com minha prima Ana Rosa, e a prima de meu marido, a Andréia Jaeger, comentando como estava a nossa situação.

Às 7 horas, fui para meu quarto e comecei a orar, e meu marido levantou-se. Enquanto eu orava: _ Senhor Jesus, cuida de nós, não deixe nossas casas alagar! ... E Deus me respondeu que muitos cairão a minha direita e esquerda, mas que nós não seríamos atingidos. ...E agradeci a Deus, pela sua voz!

Nesse meio instante, meu marido retornou ao quarto e disse: _Guria, vamos sair e procurar uma casa para alugar. Então nos lembramos de meu colega, o professor João Maffi, pois ele tinha uma casa longe do rio e que poderia estar desocupada! 


Conversando com seu João, ele nos informou que a casa não estava desocupada, mas que a casa próxima a residência dele, estava desocupada e que era da Ana, dona do Mercantil São Sebastião.


Fomos até a Ana, e meu marido conversou com ela, enquanto eu fiquei no carro conversando com meu pai pelo telefone, como eu chorava! Coitadinho de meu pai que do outro lado da linha (RS), tentava me acalmar.

Então a Ana, nos cedeu a casa e nos disse que poderíamos ocupá-la até enquanto as águas não baixavam. Agradeci a Deus, pois não precisaríamos pagar aluguel, até enquanto as águas não baixassem. Agradeci a Deus, pois não precisaríamos pagar aluguel.


Retornamos para a nossa casa, para darmos início a mudança, foi quando resolvi ligar para o quartel, para ver se meu filho Pablo, poderia ser liberado, pois ele estava de plantão. Para minha surpresa, ele nos conseguiu o caminhão do exército (5 Tom), e uns soldados para ajudarmos. Gente, minha casa tinha bem uns 10 soldados, (meu filho primogênito, que é cabo, 1 sargento responsável por eles e uns 8 soldados), todos ajudando!


O exército nos auxiliando!


Meu marido ajudando!


Meu filho, ajudando!


Este de camiseta preta e óculos é meu filho caçula, também nos ajudou muito!

Meus vizinhos riam de mim!


Duas vizinhas vieram para conversar comigo e me disseram que não iriam sair de suas casas, pois a água em Assis Brasil, já estava baixando.  Então, eu lhes disse, que se lá já estava baixando as águas, é que iria subir aqui, pois toda a água que vem de lá, chega aqui, mas nunca que alagou aqui, como deste ano.

Vocês acreditam que fomos os primeiros a sairmos de casa, bem como, fomos os primeiros a ter ajuda do exército!


 http://almirandradee.blogspot.com.br/2012/02/enchente-desabriga-familias-de.html

Outra versão no vídeo a baixo!


http://www.youtube.com/watch?v=jMMdD-cIzdg&feature=player_embedded

Na minha rua, muitos vizinhos, só ergueram seus móveis, achando que a água logo baixaria, mas que nada!

No domingo, dia 19, nossa intenção era voltar a nossa casa e pegar alguns pertences que deixamos, mas não foi possível, pois nem bem chegamos à esquina de casa e a água, já havia entrado em minha casa. E eu chorei, e como chorei, em ver minha casinha toda de alvenaria, onde em julho do ano passado, havíamos pintado toda ela, estava tão bonitinha!



Veja como estava a rua onde moramos! Aquele senhor que caminha na água, é do corpo de bombeiro. E a minha casa, é aquela de cor vede, onde aparece a antena parabólica.


Nesta foto, minha casa aparece bem! A luz já havia sido desligada de todas as casas, para evitar dar curto e mesmo porque, o exército, e os bombeiros passariam a noite trabalhando.

Aqui, a água estava próxima a ponte!
OBS: Na terça-feira, a ponte foi interditada!



Esta casa fica próximo a ponte em Brasiléia.
Já na segunda-feira, retornamos para vermos se a água havia baixado, mas que nada! E o pior, nos fundos de minha casa, passa uma rua, e ali, uma casinha havia caído, que tristeza! Pobrezinha de uma guriazinha, que chorava muito!


Esta casa caiu! Esta rua fica nos fundos de minha casa!



Aqui, o bombeiro, tentando tirar alguns pertences das casas! O pessoal ficou esperando que as águas baixassem, e muitos perderam tudo, até os documentos! Que horror!



Olha a rua, toda alagada! Esta rua, fica nos fundos de minha casa!



Estou no alto, em frente à Escolinha Cosma! E as águas, chegaram à Auto-escola Trovão, que fica na esquina de minha casa! Se aqui as águas estão assim, com certeza, minha casa está com água até o telhado!

Realmente fico muito triste, pois as pessoas acharam que a água iria baixar e ficaram em suas casas, e muitos ficaram sem nada! Já orei por eles! Coitados!

Voltamos para casa, onde estamos parando, e peguei minha bíblia, mesmo sem eu ter uma palavra do Senhor. E subindo as escadas, vi um pedaço de papel para fora de minha bíblia, e o puxei, e para minha surpresa, estava em minhas mãos, a escritura de imóvel, na qual peguei na Igreja Sara Nossa Terra, em 2006, Igreja, na qual eu congregava. E o Senhor ali me mostrou que novamente nos daria por posse um terreno. E outra vez, agradeci a Deus pela sua palavra!

Pela noite, sentada em minha cama, li um versículo: Atos 23:1 (Até o dia de hoje, tenho andado diante de Deus), pois eu sempre procuro o Senhor, porque eu O amo e sirvo-O de todo meu coração. E continuo a confiar em Deus, pois Ele está no comando! Orei por mim e minha família e por todos os desabrigados. Orei também pela dona Maria, minha amiga e dona da Papelaria KJK.


E hoje, segunda-feira, dia 20/02, fomos ver onde já estava a água encontramos umas vizinhas de minha rua e uma delas me parabenizou, por eu ter saído de casa no sábado. Ela me disse que fui inteligente e esperta. Mas acontece que eu vi que a água subia muito rápido e que com certeza, naquela noite a água entraria em minha casa!

Não vim para o Acre, para perder e sim para conquistar! Bem como, estamos no Acre há 4 anos e meio, e tudo o que conquistamos até hoje, foi com muito trabalho e sacrifício, e não estava eu e nem minha família, dispostos a perdermos tudo o que, com dificuldades, conquistamos, pois só nós sabemos o quanto foi suado, chegarmos até onde chegamos!

Pela noite, minha preocupação era: Como encontrar minha casinha? Como encontrar meu terreno? Só Deus sabe! Continuo a orar e pedindo sua misericórdia para conosco!
Li então, números 14: 26-45. Mas muito me chamou atenção, no versículo 30. Vejo que neste capítulo muitos perderão tudo, mas Deus será com minha família, pois “salvo Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num. Sei que neste versículo, Deus fala comigo, que entraremos em nossa casa, pois o Senhor a deixará em pé, em o Nome de Jesus!

Na terça-feira, pela noite, chorei tanto, pois agora está caindo a ficha!

Na quarta-feira, li Números capítulo 15: 1-2-3 e Efésios capítulo 5:1-2. Creio que é para eu oferta minha casa ao Senhor, em oferta e sacrifico a Deus, em cheiro suave, pois em números 15: 1-2-3, fala também sobre oferta em cheiro suave. então, assim que minha casa estiver novamente limpinha, irei ofertá-la ao Senhor.

Desejo, que nunca mais passemos pelo sufoco, na qual estivemos!


OBS: Espero que para as próximas postagens, eu consiga publicar, somente alegria e conhecimentos!




Com carinho!
Prof Gi


5 comentários:

Toninha Ferreira Responder comentário

Está na lateral direito.
Este selinho é seu. Leve-me com vc.
Cantino da Toninha.
Volte lá e pegue.
Bjus.

Rosangela Vali Responder comentário

Oi amiga...lamento o que ocorreu com vc e sua família. Desejo que as coisas estejam se clareando e se ajustando. Deus é Pai e nunca abandona seus filhos.
Torço e rezo por todos vocês.
Dias melhores e muito sol e luz de Jesus para iluminar seus caminhos.
Fiquem com Deus e uma santa Páscoa...renovação para todos nós...na Paz de Jesus!

Amiga sobre o selinho que vc me pediu...está na barra lateral a direita, logo após os seguidores em parceria. É só copiar o endereço da caixinha
e colar no seu cantinho.

Um abraço e tudo de bom, Rosangela.

Elias rocha Responder comentário

oi querida se um dia se interessar em escrever no meu blog sendo autora o convite esta feito boa sorte e parabens pelo seu blog sensacional

cantinho da mami Responder comentário

Olá amiga Gi! Se acreditamos que o Senhor é a nossa força e deixarmos Ele agir, venceremos todas as batalha! Você é uma vencedora! Deus está contigo! Uma Páscoa maravilhosa para você e sua família!

Nanny Trilegal Responder comentário

Doloroso né guria!

As coisas ruins nos acontecem para que nos firmemos mais ainda em Deus.

O que entendo por ofertar tua casa ao Senhor é qie Ele quer reinar no teu lar, no coração de vocês, ser Senhor e Rei das vossas vidas.

Mana, agradeço a Deus porque tu és sensível a voz dO Espírito Santo, foi por isso que vocês saíram a tempo da casa.

Mas agora, na Páscoa, que é novidade de vida, vocês já estão nos vossos lares. Louvado seja Deus!

Te amo guria!

Beijinhos,
Nanny

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Envie esta página a um amigo!
Customização by Lady Mel
♥ Lady Mel Layouts ♥